terça-feira, 26 de maio de 2015

El maestro


Em minha infância tive um ídolo que muito invejei. Queria jogar como ele, queria imitar seus passos, seus passes e sua visão de jogo. Seu jeito de carregar a bola, sua astúcia e sua habilidade me seduziam. Se na pelada me perguntassem que número eu gostaria de carregar, eu escolheria a 8. A oito, não a dez do "deus" Zico, mas a oito do "moleque" Adílio. Era aquele jogador esguio e incansável que me impressionava. Não que o achasse melhor que Zico, mas dentro do plano dos "humanos", ele era o que mais me encantava. Zico eu nunca seria - também nunca seria um Adílio, mas era ele quem eu queria ser.

Acho que se eu tivesse nascido vinte e cinco anos mais tarde, eu iria querer usar a 6  e não mais a oito. As cores também mudariam. Do rubro-negro para o azul e grená. Eu iria querer ser Xavi.

Xavi é meu Adílio moderno. Nunca sonharia em ser Messi, mas sonharia em ter a visão e o controle de "El Maestro". Um dos jogadores mais inteligentes que vi jogar, artifície de um estilo que trouxe o futebol de volta ao patamar dos grandes meias. Que estigmatizou e ainda estigmatiza toda uma geração. O homem do "tiki-taka", o detentor de um estilo.

Em Xavi, o Barça encontrou sua essência e o futebol reencontrou seu espírito. O do jogo bonito, cerebral, sem correrias desnecessárias, pois sempre o que deve correr é a bola. Este futebolista será para sempre uma lenda em seu país e ficará na memória e nos filmes como um digno integrante de uma família de grandes condutores. Desde já ele se junta a nomes consagrados, para ficar no imaginário daqueles que o viram jogar e daqueles que verão seus teipes, como um dos grandes de seu tempo e quiçá, de todos os tempos que passaram e ainda estão por vir. 

A ele, como a Adílio, só posso agradecer por participar dos momentos de fantasia que vi como criança, fosse em idade ou em espírito. Pois, para jogadores como estes dois, a bola e os torcedores prestam homenagens. Uma, se pondo em seu absoluto controle e outros, hipnotizados pela sua magia. 

6raciès Xavi! 

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Campeonato Italiano 1986-87: Verona x Napoli (compacto de 50 mins)

12. April 1987
stadium: Marc Antonio Bentegodi (Verona / Italy)
Referee: Carlo Longhi (Italy)

Verona: Giuliani, Ferroni, Fontolan, Tricella, Volpati, Verza, Galia, Di Gennaro, de Agostini, Pacione (Paolo Rossi), Elkjær (Marangon)

Napoli: Garella, Ferrario, Renica, Volpecina  (Bigliardi), Romano, Ferrara, Sola (Carnevale),  Bagni, De Napoli, Maradona, Giordano

Narração: italiano






https://mega.co.nz/#!toMzlY6a!n4lATjFO-mrUxqeB9IVy-vkkzYNTA5f4pBESKr6eSwk
https://mega.co.nz/#!B08x2CYI!DrfHO2pZnVZRNWeqzAELNvHkk7dhmfSZUDVLyjWg5vs
https://mega.co.nz/#!gkVm0JwK!8rele5nQiTUmPddX1nd7k11_vAVPm1bz0Md9qDcTH14

Copa do Mundo de 1986: Bélgica x Paraguai

11.06.86  
Toluca, Estadio Bombonera
(~16000) 
Dochev BUL

BEL: Pfaff - Broos, Demol, Grun (L.van der Elst),  Renquin - Vercauteren, Vervoort, Scifo, Ceulemans -  Veyt, Claesen

PAR: Fernandez - Torales, Zabala, Delgado, Nunez -  Ferreira, Romero, Cabañas, Canete - Mendoza (Hicks),  Guasch

Narração: 

https://mega.co.nz/#!EwdTBRoZ!VCYHgdQjXNj6GIf6E74iDGes-UnKxzxoG8P7_lt93Kw
https://mega.co.nz/#!4sUWTBJJ!60cvW7XwFHOzqfMdeL2BAU7WmcmYRzb-Gyu9kabyLck
https://mega.co.nz/#!d8kjHCwC!6lOGJ_f3FS-dCdgzKy25SMHjwpyoD1NQK4Fx79HWo4o
https://mega.co.nz/#!F59ABA6Q!ud7O6XIEVr1Q23VvXwslBZXs-vYybVkUbNeuCdVPe-g
https://mega.co.nz/#!YwMzDRbZ!ORzbFU3tl4jAB9VUg2uYVdujSj69mx1pTB7zZcQOtbw

Supercopa da Libertadores 1991: Cruzeiro x River Plate

20/11/1991
Mineirão (Belo Horizonte, MG)
Público: 67.279
Árbitro: Hernán Silva (CHI)

Cruzeiro: Paulo César, Nonato, Adilson,  Paulão, Célio Gaúcho, Ademir, Boiadeiro,  Luiz Fernando (Macalé), Mário Tilico  (Paulinho), Charles, Marquinhos.  T: Enio Andrade

River Plate: Comizzo, Gordillo, Higuaín,  Rivarola, Enrique, Hernán Diaz (Berti),  Astrada, Zapata (Toresani), Borelli,  Medina Bello, Ramón Díaz. T: Daniel Passarella

Narração: português


https://mega.co.nz/#!1xVWlSCQ!54qiwRtTBNbFn2-JB62Vc-M5mg1BbzztAAtgmjg5FKM
https://mega.co.nz/#!dkFWhCyK!IoAt5Y00CWb1uQuaWP3QRrxRsd8zKC4vWZQCGMLhLUI
https://mega.co.nz/#!Yk8yCLKL!tqe8UFtfBOJChamlicKHL9HxpK6TIL7Au2L-2Ejugn4
https://mega.co.nz/#!k9llxZ5I!DV_SnmZZKL82bn-JR6A4ld_uneWQdGFnUQeLsYf9p4w

Supercopa da Libertadores 1991: River Plate x Cruzeiro

13/11/1991 - Supercopa (final)
Monumental de Nuñez (Buenos Aires, Argentina)
Público: 60.000
Árbitro: Jorge Orellana (EQU)

Cruzeiro: Paulo César, Zelão, Vanderci,  Adilson, Nonato, Ademir, Boiadeiro, Luiz Fernando,  Mário Tilico (Paulinho), Charles (Macalé), Andrade.  T: Enio Andrade

River Plate: Comizzo, Gordillo, Higuaín, Rivarola,  Enrique, Astrada (Zapata), Hernán Díaz, Borelli,  Medina Bello, Ramón Díaz, Silvani (Berti).  T: Daniel Passarella

Narração: espanhol

Copa Libertadores da América 2005: São Paulo x Atlético-PR

14/07/2005
Local: Morumbi (São Paulo-BRA);
Árbitro: Horácio Elizondo (ARG); 
Público: 71.986;

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Fabão, Lugano  e Alex; Cicinho, Josué, Mineiro, Danilo  e Júnior (Fábio Santos); Luizão (Souza)  e Amoroso (Diego Tardelli).  Técnico: Paulo Autuori.

ATLÉTICO: Diego, Jancarlos, Danilo, Durval  e Marcão (Rodrigo); Cocito, André Rocha  (Alan Bahia), Fabrício e Evandro; Lima  (Fernandinho) e Aloísio. Técnico: Antônio Lopes

Narração: português

https://mega.co.nz/#!kpkUVIQB!_txiB92Ybk8cIjk5RbZe1GjqRFTGct8FGdGY0KiuYuA
https://mega.co.nz/#!Q5FDgArA!9pS8ZiJ4j2wz7IHzsx42aIgLs7IjAeoMVHyRJUh929w
https://mega.co.nz/#!90VWXagD!AhZUTq-98QfLOWUJy5DrU7s08MApKJ2ztFpcWQjk8AA
https://mega.co.nz/#!posTAZJS!3vQk1GcIEBFs1dF2ZEnje94p7_dQYUQFr2ocGQzo9Ek

domingo, 24 de maio de 2015

Copa do Brasil 1999: Palmeiras x Flamengo


Data: 21 de maio de 1999.
Local: Parque Antártica.
Árbitro: Antônio Pereira da Silva (GO)

PALMEIRAS: Marcos, Arce (Euller), Roque Júnior, Agnaldo  e Júnior; César Sampaio (Evair), Rogério, Alex e Zinho;  Paulo Nunes e Oséas (Galeano). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

FLAMENGO: Clemer, Pimentel, Fabão, Luiz Alberto e Athirson;  Jorginho, Maurinho, Beto e Caio (Bruno Quadros); Rodrigo Mendes  e Romário (Vágner). Técnico: Carlinhos.

Narração: português

Copa Zico 1990: Brasil x Holanda (final)

24/01/1990

Brasil: Paulo Vítor (Paulo Sérgio), Nelinho, Luís Pereira,  Juninho (Jaime) e Wladimir; Batista, Zenon (Serginho), Zico  (Edu) e Rivellino; Cláudio Adão (Cafuringa) e Éder (Mário Sérgio). Técnico: Luciano do Valle

Narração: português
https://mega.co.nz/#!QgdmSSAT!N6CrF3ZtYXfEe0ZxS_kcBldMpSqvx5Dfu-YQwOeixxU
https://mega.co.nz/#!tx0hDYqY!pEikjnlnVJLNn2Nv3jILuWIojI9o5C1wTXJS5G_535w
https://mega.co.nz/#!Mo0zmIaI!aKRfkDLqTovBbbheDcRgu12L3S49lbOVg6sLOZhFodg

Copa Conmebol 1994: São Paulo x Peñarol (final, ida)

Data: 14/12/1994
Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo - Morumbi (São Paulo/SP)
Público: 4.995
Arbitragem: Iván Guerrero (ARB, Chile).

São Paulo: Rogério Ceni, Pavão, Nelson, Bordon,  Ronaldo Luís, Mona, Pereira, Denílson, Catê,  Caio e Toninho. Técnico: Muricy Ramalho

Peñarol: Ferro, Tais, Aguirregaray (Martínez),  De los Santos, Lima, Gutiérrez, Dorta, Baltierra,  Bengoechea (Otero), Aguilera e Silva. Técnico: Gregorio Pérez

Narração: português

https://mega.co.nz/#!ZwNkmTLL!qwo0-nUww5GpYKlyxUWwuEGOYug0dUQ-Y_n2mUBMcPs
https://mega.co.nz/#!R5cCiRjB!u2mjel_DdFfLIvDHWGJ-4B7OI7oj9dUtx0EcPnX7x-0
https://mega.co.nz/#!E99CzZJQ!i0w4hyJ7CBUfrGQmGgrJSsntbiG_28h0RrzuoZMr9mg
https://mega.co.nz/#!hgEgXRYT!wctWAOGmOJzFfL7DO2JcEsZ3-4FjXmOVs_DUExzQaZg

Campeonato Brasileiro 1999: Atlético-MG x Cruzeiro (compacto de 50 mins)

14/11/1999 
Mineirão - Belo Horizonte, MG
Público 64.717 pagantes
Árbitro Márcio Rezende de Freitas

Atlético-MG: Velloso, Ronildo, Cláudio Caçapa,  Galván, Ronildo, Valdir, Gallo, Belletti (Adriano),  Bruno (Valmir), Robert, Marques (Edgar), Guilherme

Cruzeiro: André, Gustavo (De La Cruz), Espínola,  Marcelo Djian, Donizete Amorim, Donizete Oliveira, Ricardinho (Geovanni), Valdo, Paulo Isidoro, Müller, Alex Alves

Narração: português

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...